Quinta-feira, 28 de Outubro de 2010

De rastos...

Sinto-me esgotada....

 

Tou de rastos e sem qualquer forma de me levantar.

 

Sinto-me presa completamente sufocada, e sei tenho a noção perfeita que a culpa de tudo isso é minha.

Já não sei que mais fazer, ja lhe disse tudo só falta dizer-lhe que acabou, eu gosto dele, tou a sofrer por tudo oq ue ta a acontecer mas assim não dá mais, isto não é vida nem para mim, nem pa ele, tou triste sufocada,e sem saida logica.

 

Já lhe pedi um tempo, preciso de pensar bem na minha vida, preciso de espaço pa respirar, preciso de tempo para pensar para por as ideias em ordem.

 

Nunca sofri tanto, nem com o Ruben, nunca, passei plo que estou a passar neste momento.

 

Tou perdida e completamente desorientada, e sem saber que rumo ou que ideias tomar, tenho medo que tudo isto so nos teja a conduzir ao fim, não era e nunca foi nada disso que eu quero, so queria ser feliz e que tu tambem fosses a meu lado, porque ambos gostamos tanto um do outro, mas já vi que nada disto esta facil.

 

Sinto falta da minha liberdade, de tar com os meus amigos, de sair sem ter de dar explicações.

 

Parece que tou enclausurada e que qualquer passo que dou tenho sempre que pedir atorização, tenho que dar sempre conta de tudo o que faço ou onde vou, eu nunca fui assim, e nao quero que seja assim, quero que tudo seja normal, quero poder fazer tudo  que me apetecer sem ter alguem a xatear-me porque faço ou fiz ou vou ou seja o que for.

 

Quero sentir-me livre, quero tar bem sair com os meus amigos, nao quero mais que tudo recaia em mim como se so eu tivesse culpa de tudo o que acontece, nã quero xega, tou farta cansada de ser sempre a ma, e de tudo.

 

já não posso viver mais tempo assim, não me sinto bem, sou infeliz, ando sempre mal disposta, os meus pais e as pessoas que mais proximas de mim sao sempre as mais prejudicadas, infelizmente na nossa relação foi isso em que tu me tornastes e em que eu me deixei tornar.

 

Assim não, eu sempre critiquei quem na minha familia vive uma relação assim já á tantos anos, e eu já neste  momento ao mais ainda so á um ano e pouco namoramos ja vamos plo mesmo caminho, isso não.

 

Eu nao vou ser infeliz para sempre tal como ela por infelicidade é.

 

eu so queria ter paz e sossego eu gosto dele mas sei que assim eu vou ser infeliz porque eu tenho que ser como ele quer que  eu seja como ele quer.


Que faça o que ele pede, que mude pa o que ele quer.

 

Assim nao pode ser.

 

Eu nao aguento mais.

 

Tou cansada exausta, e sem força para nada.

 

so me apetece xorar, desaparecer, e ir pa bem longe de tudo e todos onde quem sabe conseguiria arrumar o meu sótão....

 

publicado por completamenteperdida às 10:35

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. À Beira do fim...

. De rastos...

. Estou cansada....

. Um susto

. O Sol....

. ....

. Preciso de força....

. Algo se passa e não sei e...

. Hoje..........

. Não sei se sei.....

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds